Carta zen 8 – O medo


O medo é um dos  grandes obstáculos que impedem o fluxo da vida.
Dos obstáculos que encontramos ao longo da vida, esse é o mais sério. O medo paralisa, obscurece a mente, anula os esforços e tira a confiança interior que leva o homem a agir. Sobrepujar o medo é uma tarefa de gigante. Alguns de nós já fizemos este trabalho em vidas passadas e, na vida presente, não temos mais que realizá-lo. No entanto, o mais comum é que quem deseja evoluir espiritualmente se defronte com a luta para vencer o medo muitas e muitas vezes, até que seja vitorioso.
O medo nasce da falta de conhecimentos, da ilusão e do desejo, aliados ao apego à matéria. Vencendo esses primeiros obstáculos, o medo existente já fica sem muitas das formas em que ele se alimenta. A partir do estudo, do treino do desapego e da compreensão da ilusão, o medo ainda remanescente pode ser percebido com mais clareza.
O medo de que falamos não é aquele que o nosso corpo animal sente quando reage fisicamente às pressões do ambiente. O medo que buscamos eliminar é oriundo das modificações nocivas da mente, que usa a memória e a imaginação, aliadas à faculdade de projetar situações, antecipando-as e visualizando-as tão fortemente que se envolve por completo com o medo daquilo que criou de negativo.
Há algumas verdades de que temos que nos lembrar sempre, quando o medo nos ronda ou quando queremos fugir à sua influência:
1.o medo é uma ilusão da mente.
2.Aquilo que mais precisamos temer está sempre ao nosso lado e nem nos damos conta.
3.Nossa mente, assim como criou, pode anular o medo.
4.Nunca estamos sozinhos diante do perigo.
5.A luta contra o medo não deve ultrapassar os limites da capacidade fisica.
6.Nosso medo só é forte quando o alimentamos.
O maior dos obstáculos às modificações, sua eliminação depende do nível de ilusão no qual vivemos e dos apegos que mantemos, além da capacidade para a luta ainda existente na alma  pois,  se deixado por muito tempo à vontade para agir, pode ter abatido o espírito.
O homem cujo espírito foi abatido pelo medo, que desistiu de conhecê-lo, será incapaz de reagir, adotando posturas de fraqueza e comportamentos inseguros. Essa pessoa se refugia na rotina, temendo tentar modificar.
Os fatores básicos mais comuns do medo são:
1.O temor à submissão ao karma em seus aspectos negativos;
2.O medo do desconhecido;
3.As dúvidas sobre as razões kármicas do sofrimento;
4.A tristeza e a solidão;
5.Antigas reações inconscientes a situações passadas em outras vidas;
6.Apego à vida na matéria,
7.Conceitos mal assimilados sobre karma e morte.
O medo esta presente em nosso espírito em diversos níveis. Todos os medos são projetados pelo pensamento, que cria um estado de ansiedade ao qual a pessoa passa a reagir. Pensamos no futuro, no presente, até mesmo no passado com tensão e insegurança, e isso pode gerar medo. Ao experimentar sensações que nos assustam, como a tristeza ou a pobreza, e isso também causa medo.
Já que o medo se aloja na mente, é dela que teremos que partir, entendendo que a presença do medo é um estado mental e não uma realidade concreta.
Como a compreensão do medo requer autoconhecimento, sugerimos que se analise na estrutura pessoal, o que representam a autoridade, o desejo de felicidade e ânsia de poder, pois esses fatores também são causadores de medo. Ninguém é mais medroso do que aquele que sente sua autoridade ou poder ameaçados, bem como é tremendamente medroso quem teme perder a ilusória felicidade conquistada.
Libertar-se do medo não significa usar uma escora para sentir segurança, mas é, antes de tudo, conhecê-lo sem paixão, usando a plenitude da inteligência. E depois de conhecer o medo, no seu inteiro conteúdo, verifica-se que ele pouco contém de real e é mais uma das ilusões criadas pela mente.
Tenham todos uma ótima semana.
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s