carta zen 9 – A tristeza

Paris, 09 de Maio de 2009
Caros amigos,
ontem fui a um lugar especial em Paris. Um parque à noroeste da cidade chamado Bagatelle! A beleza natural é encantadora e inspiradora, e há pouco mais de cem anos atrás, foi palco para as experiências aéreas de Santos Dumont.
Voltei de lá absolutamente zen, e pensativa a respeito do significado desta cidade no desenrolar evolutivo do planeta. Quantos « Homens importantes » estiveram ao longo dos tempos aqui! Quanta coisa esta cidade presenciou.
Exatamente ontem, foi feriado nacional, data comemorativa do fim da segunda guerra na europa! Todos estavam nas ruas, aproveitando o sol e o calor que a natureza nos presenteou num típico dia de primavera! E a data que marcou a europa com sangue, é amplamente respeitada!
Estes dois fatos poderiam me levar a um outro estado de espírito: pensar na morte trágica de um homem inteligente como foi Santos Dumont, e nas vidas ceifadas pela ignorância da guerra!
Mas, através destes mesmos fatos, renovo meus motivos para continuar pensando no valor da vida, e desejo ajudá-los a observar e estudar um outro grande obstáculo à nossa evolução:
vamos falar hoje da tristeza!
A dor tem seu oposto, que é o prazer. O homem que busca a evolução espiritual afasta-se muitas vezes do prazer, pois sabe que ele poderá enfraquecê-lo. Nessa idéia de que a ligação com a matéria é totalmente indesejável, ele se arrisca a passar a ter uma vida muito distante da alegria, e isso é a causa mais comum da tristeza observada nos espíritos evoluídos.
Mas há outras causas para a tristeza dos homens espiritualmente desenvolvidos, e uma delas é a sensibilidade acentuada. Ao perceber com mais facilidade a dor de seu semelhante, pode acontecer que esse sofrimento seja experimentado pela alma que o assiste, causando uma dor tão forte que o resultado é a tristeza. A dedicação a uma missão espiritual afasta a tristeza da alma que é causada dessa maneira.
Outra causa para a tristeza espiritual esta na alma que sente que está perdendo tempo, que está tendo uma encarnação pouco proveitosa para o seu desenvolvimento espiritual. Essa alma pode desejar até mesmo desencarnar mais depressa para que sua evolução continue.
Existe a tristeza semeada na mente pelos espíritos que sofrem e que são pouco evoluídos, que assediam quem esta em evolução moderada, com poucas defesas. Essa tristeza gera doenças tais como a depressão, a anemia e a melancolia.
A solidão, a perda de alguém querido e o isolamento podem causar períodos de tristeza, que tendem a ser transitórios. Se a dor se prolongar por um tempo longo demais, passa a ser uma manifestação anormal, que requer uma observação atenta.
A tristeza representa um obstáculo porque impede as modificações, geralmente por falta de impulso. Como ela surge em várias situações, é bom que seja avaliada junto com uma ajuda profissional, se ela passar dos limites suportáveis. Nós nos afastamos da tristeza com o amor, a alegria e o serviço. Os dois primeiros nem sempre estão à mão, mas o terceiro, o serviço, sempre pode ser aplicado.
Acima de tudo, precisamos compreender o propósito da dor no planeta. Ter fé significa ter confiança nos propósitos divinos. E mesmo que não possamos compreender num primeiro momento tantas situações de sofrimento em torno de nós ou conosco mesmos, devemos ter confiança em um propósito superior e superar a tristeza com a intesão da fé!
O ser humano, aprisionado em um corpo fisico desejante, podendo experimentar o universo limitado à materia de 3 dimensões através de apenas cinco sentidos, sente-se impotente, entristecido, sem esperanças no futuro da humanidade, pois não consegue sair de si mesmo e de suas emoções conturbadas. O conhecimento das leis que regem o universo nos ajudam a elevar nosso pensamento acima dos nossos desejos mundanos e sentir alegria por estar evoluindo, mesmo que seja através da dor.
Prefiro, portanto, compreender que ao invés de me entristecer com as tragédias humanas, devo saber que neste palco da vida, são a forma como ainda posso aprender a amar (ou evoluir, como queiram).
Espero que pensem nisso profundamente!
Tenham todos uma ótima semana!
Um abraço a todos!
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s