Carta zen 10 – A dúvida

duvida1

Hoje é um dia especial para mim! Estou levando minha filha ao aeroporto, pois ela está retornando ao Brasil. Volta com a bagagem cheia: de coisas bonitas que ela comprou e, principalmente, de coisas boas que ela conquistou!
Estou muito orgulhosa dela, pois venceu bravamente os primeiros meses difíceis de adaptação e, ultrapassou as dúvidas que qualquer pessoa teria em seu lugar,  retornando vitoriosa, tendo seguido à risca tudo o que planejou para si e seu futuro profissional e pessoal.
Isso me fez pensar em mais um dos empecilhos que obstaculizam o progredir na vida, o realizar dos karmas: a dúvida!
Sempre que questionamos o que já fez ou deseja fazer, abrimos espaço para um conflito mental bastante comum, que é a dúvida.
Proveniente da alma em conflito, a mente reage à dúvida com dificuldades para explicar, interpretar ou compreender aquilo que a rodeia.
O homem cuja mente é presa da tristeza e do medo pode duvidar de suas capacidades, de seus objetivos nas diversas encarnações e até de Deus. A dúvida leva à ligação artificial com os aspectos materiais, cuja satisfação é transitória.
Quase sempre a dúvida se origina em sementes que os espíritos negativos depositam na mente daquele a quem desejam desviar do caminho evolucionário. Essas sementes brotam nas horas mais inesperadas, quase sempre no momento em que algum resultado concreto esta sendo obtido; por isso, é necessário estar muito atento para percebê-las. Cada vez que sinto uma dúvida tomando forma em minha mente, tentando me afastar de um caminho que estou trilhando satisfatoriamente, digo em voz alta: “Esse pensamento é contrário à minha vontade mais legítima e não é produto meu; por isso, nada significa para mim”. Digo esta frase várias vezes, até que a dúvida se afaste. Vocês podem dizer que, de repente, eu posso afastar uma intuição que tentava me orientar mais positivamente. Vejam só: eu afasto o produto da mente, mas não esqueço de manter o discernimento. Se o mesmo pensamento vier outras vezes, estou atenta para investigar se existe nele alguma base concreta para preocupação, mas isso é feito sem nenhuma tensão. Se se tratar realmente de um aviso do mundo espiritual ou de uma intuição verdadeira, haverá outra maneira, por sinais, que essa verdade será comprovada. Essa maneira de viver em ligação com o mundo espiritual exige confiança em Deus e nos nossos guias.
O obstáculo representado pela dúvida pode afastar a pessoa de seus objetivos reencarnatórios; por isso, deve ser entendido como prova a superar.
Tenho certeza que minha filha passou por sua prova de fogo, e diante da nova etapa, as portas se abrirão para ela!
Um abraço a todos e boa semana!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s