Carta zen 37 – Iniciação: AS CHAVES DO REINO INTERNO!

Meus amigos,

vocês sabem, de fato, o que é uma iniciação?

Com base no livro do Dr. Jorge Adoum: “As chaves do reino interno”, faço a seguinte reflexão:

A palavra iniciação, derivada da latina “Initiare” de initium, início ou começo, deriva-se de duas: in, para dentro, e ire, ir, isto é, ir para dentro ou penetrar no interior e começar novo estado de coisas.

Mas, quem entra e como se pode entrar no mundo interno?

Da etimologia da palavra depreende-se que o significado da Iniciação é o ingresso no mundo interno para começar uma nova vida.

A partir do momento que o indivíduo dirige luz ao pensamento, concentrado no mundo interior, considera-se que ele tornou-se um iniciado.

O homem comum vive sua vida material se alimentando dos prazeres que debilitam o corpo e a alma. Mas quando ele ouve um chamado que não conseguia ouvir quando estava embebido dos prazeres materiais, ele volta-se para o coração, que é a porta da iniciação, e inicia a caminhada de retorno para casa.

Em todas as escolas herméticas, há uma cerimônia com a qual se recebe o candidato, chamada cerimônia de iniciação. Essa cerimônia, longe de ser compreendida pela maioria dos candidatos, é um ato significativo, cuja importância jaz oculta na aparência ritualística.

Uma vez iniciado, o indivíduo inicia um caminho onde, unindo a mente ao coração, ancorado pela escola escolhida,o  convida  a agir e suas obras serão sempre boas porque serão filhas da sabedoria e do amor cósmico.

Ancorado na escola que o inicia, o indivíduo adquire forças para atravessar as provas que o levará à sabedoria: o significado das cerimônias religiosas, a simbologia, a consciência e magia dos números e letras, ao poder da palavra, do pensamento e seus efeitos, manejando o poder magnético; recebe pouco a pouco a ciência da magia e o modo de utilizá-la.

Para chegar ao cume do poder, deve ser mestre de si mesmo, dominando seus 3 corpos: o corpo físico, o corpo de desejos e o corpo mental.

O domínio dos 3 corpos significa a completa renúncia a todo o vulgar e terreno para alcançar a suprema luz, a qual só brilha ante os olhos cerrados ao desejo de participar do mundo mundano.

Iniciação, portanto, equivale ao religare. É a volta do filho pródigo ao seio do Pai, depois de haver errado largo tempo no mundo material, sofrendo misérias e fomes.
O Iniciado é o ser que conheceu seu erro e voltou à casa do Pai, ao passo que o homem comum fica fora do templo da sabedoria longe do real conhecimento da verdade e da virtude, dedicado à satisfação de seus sentidos externos.

Iniciação é o ingresso a um novo estado de consciência, a um modo de ser interior, do qual a vida exterior é efeito e conseqüência. É o renascimento indicado pelo evangelho.

Iniciação é a negação dos vícios, erros e ilusões que constituem os metais grosseiros ou qualidades inferiores da personalidade para a afirmação da verdade, da virtude e da realidade.

Ao longo do tempo temos conhecimento de escolas que ajudam o individuo a trilhar o difícil caminho da iniciação: Egípcia, Hebraica, Cristã, Maçônica, Yogue, Reiki. Em cada particularidade, fundamentam-se no retorno, no conheça-te a ti mesmo como forma de atingir a porta estreita que Jesus nos anunciou.

Todos devemos procurar os caminhos que podem conduzir-nos ao autoconhecimento que  leva a tornar-nos perfeitos como o “Pai dos céus”, bem como conhecer e dominar o universo.

Um abraço a todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s