Carta zen 45 – O valor da família

Olá amigos,

aquilo que mais escuto todos os dias, são histórias de famílias. Juntamente com a história pessoal de cada pessoa que me procura, é imprescindível que vejamos o mito familiar e as experiências vividas que envelopam os caminhos e escolhas das pessoas ao longo da formação da sua personalidade. Desta forma, me deparo com, desde as mais trágicas até as mais iluminadas hitórias. Numa gama de colorido afetivo infinito. Mas, o fato é que devemos observar  o quanto nossos vínculos familiares falam de nós.

É em família que temos a oportunidade de elaborar os karmas com os quais viemos a esta vida. Portanto, são histórias que não podemos deixar de analisar.

Nunca devemos esquecer que foi escolhida esta família, com todos os ingredientes que ela contém, para que adequassemos nossa personalidade, para que servisse de “palco” para nossas realizações.

Os sofrimentos vividos,  se elaborados de forma positiva, reconhecendo a importância do vivido na formação da nossa personalidade, permite que façamos um looping inestimável em direção à evolução pessoal. E o contrário, se não podemos compreender ou ter coragem para romper com certos padrões, é na família que adquirimos mais dívidas e nos comprometemos para as próximas gerações.

É, acima de tudo,  na família que podemos ter a manifestação mais pura possível do amor. Se você ainda não pode sentir o amor maior dentro da família, deve perceber que há um aprendizado a ser feito ainda. E que não poderá ser em nenhum outro lugar senão em família.

Não estou querendo dizer com isso que não devemos promover nossa independência. Ao contrário, é tomando distância emocional, ou compreendendo nosso papel juntamente com estas pessoas que nasceram conosco para compartilhar a vida, que teremos maior capacidade de discernimento e compreensão de nós mesmos e do universo por consequência.

Devemos todos desejar tomar consciência de quem somos nós e do que estamos fazendo aqui, agora, neste planeta. Tomar consciência significa recolher-se e perguntar: qual é o propósito da minha vida?

Não vale responder que viemos ao mundo para ser feliz. Não! Ser feliz é uma contingência do ser que está em paz! Caso contrário transforma-se em alegria vazia, e o auge da alegria vazia chama-se mania, que é doença emocional.

Portanto, saiba que o verdadeiro propósito da vida é evoluir. Para nós e todos os seres do universo! E no caminho da evolução, pode ser que tenhamos que fazer certos sacrifícios, sempre com o olhar atento ao objetivo maior.

Para que possamos cumprir com nossa cota de evolução, devemos fazer o que é preciso fazer, e não necessáriamente fazer o que desejamos.

Há 2 mil anos, Jesus veio a nós com este estrito propósito.

Veio nos ensinar que, mesmo em meio ao sofrimento, devemos continuar  fiéis ao propósitos evolutivos, fazendo aquilo que sabemos ser o certo, caminhando dentro da verdade maior.

Devemos sempre procurar renovar nossa visão dos nossos propósitos em Jesus. Agradecer a ele, e pedir que sempre tenhamos clareza e discernimento de nós mesmo, para o cumprimento da nossa jornada na terra.

Nunca devemos esquecer que cada um de nós é único, criação artesanal de Deus, em processo de individualização. E, no momento, cegos diante das verdades Divinas. Precisamos pedir luz para nosso discernimento e melhora gradual.

Desejo a todos LUZ! Que a LUZ de Deus esteja conosco e clareie nossa visão para que tiremos da vida o que ela tem de melhor! E que possamos compreender os papéis familiares que nos permeiam para facilitar nossa compreensão pessoal.

Um grande abraço a todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s